Home Entenda sua doença Hérnia de Disco
Hérnia de Disco

         

A hérnia de disco é uma condição na qual ocorre uma ruptura da porção mais periférica do disco intervertebral (ânulo fibroso) e a saída do conteúdo gelatinoso para fora do espaço discal (núcleo pulposo)

                                             
          A hérnia de disco pode ocorrer em qualquer idade e sexo, sendo muito rara em crianças.
Existem 2 tipos de manifestações dolorosas causadas pela hérnia de disco: a lombalgia (dor nas costas) e a ciatalgia (dor no ciático). A diferença entre as 2 manifestações encontra-se na presença ou não de compressão de alguma estrutura nervosa pela hérnia. Quando não há nenhuma compressão, existe somente a lombalgia. Quando a hérnia comprime algum nervo, ocorre uma sensação dolorosa em todo o trajeto desse nervo. Como a maioria dos nervos da coluna lombar irá se juntar para formar o nervo ciático, essa dor é conhecida como “ciatalgia”. A dor geralmente tem início na coluna lombar ou no quadril, descendo por toda a perna, podendo ou não haver dor no pé.
         O diagnóstico da hérnia de disco é feito pelo exame clínico do médico, associado a um exame de imagem, que pode ser a tomografia computadorizada ou a ressonância magnética. A ressonância é o exame que fornece mais informações, sendo o melhor para o diagnóstico da hérnia de disco

                                         
          Com o auxílio desses exames, é possível avaliara a localização há hérnia, como o nível da coluna acometido (L4-L5, por exemplo), o lado (direito ou esquerdo) e se há algum tipo de compressão em algum nervo.
         A partir do diagnóstico, é feito um planejamento de tratamento, que depende de vários fatores, como a idade do paciente, tipo de trabalho, localização da hérnia e presença de compressão nervosa
         Tratamento: existem diversas opções no tratamento da hérnia de disco. Quando há somente a lombalgia, sem compressão nervosa, o tratamento é realizado com medicações e métodos físicos, como a fisioterapia, RPG, iso-stretching. A acupuntura apresenta bons resultados, sendo indicada principalmente nos casos de longa evolução. A realização de atividade física aeróbica deve ser recomendada. Algumas medidas comportamentais são orientadas, como evitar a má postura no trabalho, sono adequado, atuar na obesidade, etc...
          Quando existe a ciatalgia, o tratamento é diferente. O objetivo torna-se diminuir a compressão da estrutura nervosa para que ocorra a diminuição da dor. Os corticóides orais e injetáveis tem ação importante, sendo utilizado com frequência. Deve-se ter cuidado com seu uso em diabéticos, principalmente os que fazem uso de insulina. Fisioterapia pode ser associada nesse momento, principalmente para analgesia e para evitar contraturas musculares dos membros inferiores.
          Uma opção para o tratamento da hérnia de disco são as INFILTRAÇÕES. Além da melhora do quadro de dor, têm a grande vantagem de serem muito pouco invasivas, podendo evitar a necessidade de cirurgia. As INFILTRAÇÕES são feitas em ambiente hospitalar, apenas com sedação, sem necessidade de internação ou anestesia geral.
          Quando a dor e a compressão nervosa não melhoram com o tratamento conservador, está indicado o tratamento cirúrgico. Outra possível indicação para esse tratamento é a perda de força muscular dos pés ou perna.
          A cirurgia para hérnia de disco vai depender da presença ou não da compressão nervosa e dor ciática. Para saber mais sobre a cirurgia clique aqui.

 

Anúncio

 

Atendimento

Clínica Vita de Ortopedia

Av Carlos Correia Borges, 851 Zona 5, Maringá-PR

Tel: (44) 3031-4411